Escutar a Cidade – A escuta na dinâmica sinodal

A escuta tem de estar inscrita na dinâmica sinodal. Não pode ser de outro modo. Por ela a Igreja há de querer, desde logo, escutar a Deus, Ele que continua a falar nas circunstâncias da vida e de cada tempo. Por ela a Igreja há de educar-se na capacidade de fazer do diálogo um traço maior da vida das suas próprias comunidades. Mas, como Igreja, não podemos ficar por aqui. Não podemos, sobretudo quando o que nos move e anima (como ao sínodo que por estes tempos decorre na diocese de Lisboa) é o «sonho missionário de chegar a todos». Seria um evidente contrassenso querer chegar a «todos» sem abrir o espaço e dar o tempo para escutar e dialogar com esses «todos» a quem queremos chegar. Se também é por causa deles que se faz sínodo, então que se faça sínodo também com eles.

ler mais aqui

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s